Archive for the ‘Prevenção’ Category

Auto massagem – Pernas e Pés

Auto-Massagem – Pernas e Pés

Auto-massagem

Hoje, deixo-vos um artigo que escrevi para a Revista Sport Life, editado na revista de Setembro de 2012, mas que continua actual.

Arrisco-me até a dizer que está mais actual que nunca, uma vez que a Corrida passou a ser quase como uma Moda. Moda esta bastante saudável, desde que hajam os cuidados necessários e não se entre em euforias, e que se pretende continue a fazer parte do dia-a-dia de cada vez mais adeptos.

Muito ou pouco, quer seja só para manutenção, perda de peso, fortalecimento muscular, ou com o intuito de participar nas mais variadas provas de atletismo, quer em estrada quer mais em contacto com a natureza (Trail) o facto é que a corrida tem conquistado cada vez mais adeptos.

No entanto, este artigo não se destina apenas a quem corre mas a todos os que praticam qualquer tipo de exercício físico. Uma vez que as pernas são, em grande parte das actividades, aquelas que mais sofrem.

A verdade é que apesar do hábito de fazer exercício, principalmente ao ar livre, nem toda a gente faz o devido aquecimento/alongamento antes e depois da actividade física.

Na cópia do artigo que vos deixo abaixo, encontrarão várias dicas para relaxamento e resistência muscular e não só uma vez que refiro vários pontos que ajudam também a evitar cãibras e dores musculares, na recuperação do cansaço, no aumento da resistência, evitando dores lombares e evitando a retenção de líquidos.

Auto-Massagem

Pressione para aumentar

Auto-massagem

Pressione para aumentar

Gostou? Não se esqueça de deixar um comentário.

Posts Relacionados:

Shiatsu

Reflexologia Oriental

Shonishin – Acupunctura Pediátrica Japonesa

Acupunctura Ryodoraku

ATENÇÃO: Deverá, em caso de necessidade, procurar um especialista de Ryodoraku profissional, com a formação adequada.

Anúncios

Sementes de Chia

Sementes de Chia

Sementes de Chia

Sementes de chia

Um verdadeiro SUPERALIMENTO

A Chia é o nome popular dado à planta herbácea da família das lamiáceas, Salvia Hispanica, oriunda das regiões do México, Colombia e Guatemala. Existe ainda uma outra espécie menos conhecida a Salvia Columbariae, a que se dá também o nome de Chia Dourada.

Esta planta é mais conhecida principalmente devido à sua semente, que pode ser comercializada integralmente, moída ou em forma de óleo.

A palavra Chia deriva da palavra do nahuatl chian, que significa “oleoso”.

As Sementes de Chia têm uma série de propriedades nutritivas especiais e foi muito consumida por civilizações antigas (como a Asteca no México), principalmente para obtenção de força e resistência física. É uma semente muito pequena de forma oval (cerca de 2 mm de comprimento) e de cores variadas (cinzentas, pretas, brancas e castanhas). As sementes de Chia têm a particularidade de conseguir absorver entre 9 a 10 vezes o seu peso e

Actualmente a Chia é cultivada para fins comerciais principalmente no México, Colômbia, Peru, Argentina e Bolívia.

Foi descoberta há várias centena de anos. Há evidências de que os astecas a século XVI. A sua composição nutricional e respectivos benefícios para a saúde, são conhecidos desde aquela época.

As Sementes de Chia são conhecidas pelo seu efeito mucilaginoso (absorção e retenção de água) devido à elevada concentração de fibras. É um alimento muito interessante para quem procura emagrecer, uma vez que a semente de Chia têm a capacidadede absorver àgua até 9 a 10 vezes o seu próprio peso, intensificando assim a sensação de saciedade.

A Semente da Chia é considerada um alimento funcional dada a sua composção.

Analisemos a composição das Sementes de Chia:

  • Ómega 3: A Semente da Chia é uma das fontes mais ricas de Omega-3 conhecidas, tanto animal quanto vegetal. Possui um teor muito mais elevado do encontrado na linhaça e até no salmão.
  • Cálcio: Cerca de seis vezes maior concentração de cálcio que encontrada no leite de vaca.
  • Magnésio: Cerca de duas vezes mais do que o encontrado em castanhas e nozes.
  • Manganês e Fósforo: Três vezes maior quantidade do que é encontrado no espinafre.
  • Proteínas: É uma fonte de proteína completa, pois fornece todos os aminoácidos essenciais que o corpo humano precisa.
  • Fibras: A elevada concentração de fibras alimentares faz das Sementes de Chia um poderoso aliado do emagrecimento e na boa digestão.
  • Vitaminas e Minerais: Extramamente ricas em vitaminas e minerais que as torna numa das mais ricas fontes vegetais que se tem conhecimento até aos dias de hoje.
  • Antioxidantes: A presença do flavonoide kaempferol e, em menor quantidade, os ácidos clorogénico e cafeico conferem às Sementes de Chia o triplo dos antioxidantes encontrados nos mirtilos.
  • Vitaminas do Complexo B: Fundamentais para o bom funcionamento do nosso sistema nervoso, além de serem de grande auxílio no metabolismo das nossas células, fazendo com que todo o nosso organismo funcione melhor.

Análise nutricional (100g):

  • Energia: 2471 KJ / 595 Kcal;
  • Proteínas: 16g;
  • Carboidratos: 44g;
  • Lípidos: 31g.

 

 

A semente de chia, quando utilizada de maneira integral, pode ter diversos usos na culinária.

Pode adicionar Sementes de Chia a pudins, pães, quiches, tortas, patês, mousses, cremes, risotos, saladas de frutas, iogurtes, sumos e batidos, entre outras.

Porquê consumir Sementes de Chia?

  1. Pelo seu valor nutricional. As Sementes de Chia tem mais ômega 3 do que qualquer outra fonte natural quer vegetal, quer animal, possuem ainda elevadas quantidades de antioxidantes, proteínas, fibras cálcio, e muitas outras vitaminas e minerais. É um dos alimentos funcionais conhecidos mais saudável e completo.
  2. Proporcionam muita energia. As Sementes de Chia são calóricas e fornecem resistência e durabilidade. As fibras presentes nas Sementes de chia são do tipo solúvel, que “incham” no estômago, causando sensação de saciedade e consequentemente retardando a sensação de fome. Equilibram o açúcar no sangue, garantindo energia ao longo do dia. Reza a lenda que uma única colher de Sementes de Chia poderia sustentar guerreiros astecas por várias horas.
  3. Sementes de chia - GelReduzem a ansiedade. Dada a capacidade das sementes de chia absorvem tanta água (cerca de 9 a 10 vezes o seu próprio volume – quando adicionadas à água formam um gel espesso) e terem tantas fibras altamente solúveis, ajudam no processo de digestão de carboidratos e, consequentemente, na libertação de energia lentamente na corrente sanguínea.
  4. As sementes de chia são digeríveis. Ao contrário do que acontece com as semente de linhaça, as sementes de chia não precisam ser moídas antes de serem ingeridas, uma vez que o corpo humano consegue digeri-las facilmente.
  5. São convenientes e versáteis. Podem ser ingeridas puras, misturadas com qualquer bebida, adicioná-las a cereais, iogurtes, saladas ou introduzi- -las em diversas receitas. As Sementes de Shia aguentam integras durante muito tempo, podendo ser armazenadas durante anos, sem se alterarem.
  6. Ajuda a emagrecer. As Sementes de Chia actuam em três frentes distintas que auxiliam ao processo de emagrecimento:
    • Sementes de Chia_Perda de PesoProvoca saciedade. Por serem mucilaginosas, ou seja, ricas em fibras, ao entrarem em contato com a água, formam um “gel” no estômago. Perante esta reação, a digestão torna-se mais lenta. Assim, ficamos satisfeitos mais rapidamente e durante um período mais longo originando a que consumamos menores porções de alimentos.
    • Combate a inflamação. A gordura acumulada é resultado de um processo inflamatório do nosso organismo, que deixa de enviar as mensagens de saciedade ao nosso cérebro, perdendo assim o controle sobre a fome a ponto de comermos e nunca nos sentirmos satisfeitos. Esta inflamação é combatida pelo Omega-3 presente nas Sementes de Chia, ajudando o corpo a recuperar o controle sobre o apetite.
    • Desintoxica. As fibras ajudam a regular o trânsito intestinal e a limpar o organismo através das fezes. Essas fibras retêm ainda parte da gordura presente nos alimentos, provocando uma maior eliminação do que o habitual.

Em Resumo:

  1. Reduz o colesterol e triglicéridos.
  2. Controla a glicemia.
  3. Ajuda na formação óssea.
  4. Previne o envelhecimento precoce.
  5. Previne contra o aparecimento de doenças cancerígerigenas
  6. Melhora da imunidade do nosso organismo.
  7. Auxílio no funcionamento intestinal.
  8. Elimina as gorduras e toxinas do corpo.
  9. Fornece energia.
  10. Colabora para o fortalecimento muscular.
  11. Previne diabetes e doenças cardiovasculares.
  12. Controla a Pessão Sanguínea.

Contra-indicações

  • Qualquer pessoa pode consumir as Sementes de Chia, no entanto devido ao alto teor calórico, o excesso pode levar ao aumento de peso. Cada colher de sopa cheia possui aproximadamente 75 calorias.
  • Sementes de Chia - Tensão BaixaPessoas com tendência para Tensão Baixa deverão tomar especial cuidado uma vez que as Sementes de Chia ajudam a baixar a Pressão Sanguínea, podendo esta baixar em demasia nestes casos.
  • Pessoas com “Síndrome do Colon Irritável”, deverão estar atentas ao consumo de Sementes, em geral.

Dose Diária Recomendada

Não existe uma regra pré-estabelecida, mas os nutricionistas afirmam que, entre duas a quatro colheres de sopa cheias de sementes por dia, são suficientes e já trazem enormes benefícios à saúde.

Veja abaixo um video comparativo em termos proporcionais a outros alimentos.

 

Gostou? Aproveite e deixe o seu comentário!

Posts Relacionados:

Alimentos Ricos em Cálcio

Abóbora

Limão

Gengibre

PREVINA-SE! O seu corpo agradece.

ATENÇÃO: Estas indicações são para situações gerais e preventivas, pelo que se os sintomas persistirem deverá procurar ajuda de um profissional.

Alimentos ricos em Cálcio

Alimentos ricos em Cálcio

O Cálcio desempenha um papel fundamental no nosso organismo.

Os níveis de cálcio nos mamíferos são regulados pelo armazenamento de cálcio nos ossos que é libertados para a corrente sanguínea sob condições controladas. Estas reservas de cálcio servem ainda para contrabalançar possíveis períodos de deficiência de cálcio no nosso organismo, pelo que devemos manter os níveis mínimos diários de cálcio para bem da nossa saúde.

A ingestão diária recomendada de cálcio varia com a idade:

Alimentos Ricos em Cálcio - Tabela de Dose Diária por Idades

Além de manter os ossos e dentes fortes, o cálcio é ainda responsável por diversas funções no nosso organismo, tais como:

  • Regular o equilíbrio do PH no sangue.
  • Promover a boa digestão de proteínas e Hidratos de Carbono.
  • Promover o crescimento muscular.
  • Promover a formação de osso.
  • Promover a correcta coagulação sanguínea.
  • Promover o bom funcionamento do coração e nervos.
  • Facilitar o transporte de oxigénio e dióxido de carbono no organismo.
  • Além de manter os ossos e dentes fortes, como já foi referido.

Manter níveis adequados de cálcio ajuda também prevenir doenças como Osteoporose, depressão, perda de memória, espasmos musculares, alucinações, artrite e dormência nas mãos e pés, entre outras.

Por volta da meia idade em diante, no nosso organismo, dá-se uma perda natural de absorção de cálcio no nosso organismo. Daí ser importante ingerir alimentos ricos em cálcio uma vez que este fica armazenado nos ossos. Por isso, o consumo de alimentos ricos em cálcio deve ser regular.

Como Aumentar os Níveis de Cálcio no Organismo

Existem vários factores que podem influenciar a nossa densidade óssea, um deles é a herança genética (sobre o qual não podemos actuar), outros são a atividade física e a alimentação. A prática regular de actividade física aumenta a capacidade da estrutura óssea que por sua vez lhe permite melhor fixar, absorver e aumentar as reservas de cálcio no organismo.

O estímulo efectuado pelos tendões, por intermédio dos músculos ajuda a que o osso sinta a necessidade de se fortalecer evitando que estes quebrem. Daí que uma das maiores ajudas à diminuição da Osteoporose ou Osteopénia é precisamente uma actividade física regular e uma alimentação cuidada. Não é por acaso que a Osteoporose se torna galopante em situações em que a pessoa fica acamada.

Uma nutrição saudável fornece além do cálcio outros nutrientes necessários, entre os quais se encontra a vitamina D, que é essencial para permitir absorção e fixação do cálcio no nosso organismo.

Uma das mais importantes fontes de vitamina D é a exposição ao sol (esta exposição ao sol deverá ser efectuada de manhã ou ao fim do dia evitando assim as horas de maior calor que acabam por ser mais prejudiciais que benéficas).

Ao apanhar sol estamos a aumentar os seus níveis de vitamina D, pelo que se sofre de artrite ou osteoporose deve como referido acima, manter uma actividade física regular e ter cuidado com a alimentação ingerindo alimentos ricos em cálcio, e também permitir alguma exposição solar para regular a absorção do cálcio no nosso organismo.

No passado dia 10/06/2013, coloquei aqui um artigo sobre os malefícios do leite. Veja aqui: o artigo “Evite o leite… pela sua saúde!!!“.

Em conclusão deste artigo várias pessoas me têm colocado a questão de como poderão substituir o cálcio presente no leite por outros Alimentos ricos em cálcio.

Pois bem, hoje irei abordar este assunto tão pertinente e que grande parte das pessoas não tem noção.

Obviamente que para obtermos o cálcio necessário à nossa saúde, provavelmente teremos que fazer algumas alterações na nossa alimentação, embora estas estejam longe de serem radicais como poderão pensar. Evite Leite e derivados e substitua-os por outros Alimentos ricos em Cálcio

Vejamos então agora alguns dos

Alimentos ricos em Cálcio.

  • A alga hijiki (cerca de 1400mg de cálcio por 100 gr).
    O hijiki é conhecido por ser rico em fibras e minerais, como o cálcio, ferro e magnésio. De acordo com o folclore japonês o hijiki ajuda a melhorar a saúde e a beleza; e cabelos finos, negros e lustrosos estão associados ao consumo regular de pequenas quantidades da alga. No entanto um estudo independente, revela que os níveis de arsénio inorgânico estavam significantemente mais altos do que em outros tipos de algas. Assim o seu consumo deverá ser moderado.
  • Sementes de Sésamo (Cerca de 1160mg de cálcio por cada 100gr).
    As sementes de sésamo vêm logo atrás das Algas Hijiki, com mais de 1000mg de cálcio por 100gr de sementes. Esta é a opção mais acertada para quem não tem disponível as algas Hijiki.
  • Sementes de Chia (Cerca de Sementes de sésamo (Cerca de 660mg de cálcio por cada 100gr).
    As sementes de Chia, apesar de ainda não muito conhecidas no nosso País, são uma das maiores fonte de cálcio conhecida com cerca de 660mg de cálcio por 100gr de sementes. Se quer aumentar rapidamente os níveis de cálcio no organismo, as sementes de Chia são uma óptima escolha. Esteja atento farei um artigo sobre as Sementes de Chia em breve.
  • Sardinhas (Cerca de 460mg de cálcio por cada 100gr).
    As sardinhas, para além de serem ricas em óleos essenciais como o omega3, são um super alimento rico em cálcio.
  • Salsa (Cerca de 330mg de cálcio por cada 100gr).
    A salsa é talvez a grande surpresa desta lista. Este super alimento fornece cerca de 330mg de cálcio por cada 100gr de salsa. Acrescente salsa à sua dieta, fica bem sopas, saladas, assados e até em sobremesas.
  • Figos (Cerca de 280mg de cálcio por cada 100gr).
    O figo, especialmente o figo seco, é também um alimento rico em cálcio.
  • Amêndoas (Cerca de 250mg de cálcio por cada 100gr).
    As amêndoas são uma boa fonte de cálcio, para além de conterem óleos essenciais para o bom colesterol.
  • Ostras (Cerca de 190mg de cálcio por cada 100gr).
    Cerca de 10 ostras corresponde a 190mg de cálcio. As ostras são também muito ricas em zinco.
  • O Tofu (Cerca de 128mg de cálcio por 100gr).
  • Hortaliças da espécie Brassica oleracea (couves): como os bróculos, a couve-flor, a couve e o repolho.
  • Verduras de cor verde escura (com exceção do espinafre, devido ao alto teor de ácido oxálico, pode interferir na absorção de Cálcio).
  • Outros alimentos ricos também em cálcio são o salmão, o feijão branco e vermelho.

ATENÇÃO: Repare que o Leite, colocado na tabela apenas para comparação, não é, nem de perto, o alimento mais rico em cálcio.

 
Alimentos Ricos em Cálcio - Tabela de Quantidades por Alimento
 

Gostou? Aproveite e deixe o seu comentário!

Posts Relacionados:

Evite o leite… pela sua saúde!!!

Evite o leite… pela sua saúde!!!

Leite

Hoje irei abordar um tema que poderá ser alvo de alguma controvérsia.

O consumo de Leite… ou melhor… evitar o consumo de Leite

Existem várias pesquisas científicas que provam que o Leite é um alimento óptimo para a saúde… dos vitelos, claro!!!

Ninguém pode negar a eficácia e necessidade do leite de vaca para os vitelos, mas ao contrário dos humanos estes deixam de o consumir definitivamente assim que atingem a maturidade… e o mesmo se aplica a todos os restantes mamíferos à face da Terra.

Cada espécie de mamífero desenvolve o seu próprio leite que serve precisamente a sua espécie, e isto aplica-se consequentemente também ao leite de vaca que contém cerca de três vezes mais proteínas que o leite humano o que como é fácil de perceber acaba por provocar distúrbios metabólicos no corpo humano. Assim sendo, o caso não seria grave se o leite consumido fosse o leite materno, mas como não podemos mamar o resto das nossas vidas acabamos por recorrer a leite de outras fontes, nomeadamente o leite de vaca.

Pois é… o único animal racional, o HOMEM, é o único animal que continua a consumir leite depois de desmamado e mais grave obtém-no de outros animais agindo contra o estipulado pela natureza. Será que somos assim tão racionais… no que toca a este assunto?

Como já referi o leite de vaca

é óptimo… para vitelos!

Recentemente tive conhecimento de um estudo efectuado pela conceituada universidade Harvard School of Public Health que atesta isto mesmo. Esta prestigiada Universidade lançou o guia guia Healthy Eating Plate (Prato para uma Dieta Saudável). Esta foi a resposta ao USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) e aos alegados especialistas de todo o mundo após o lançamento do novo guia de saude e nutricionismo da USDA.

O fenómeno do consumo de leite foi em grande parte gerado pelas indústrias de lacticínios americanas que gastaram milhões de dólares para convencer o público em geral que o leite é necessário para a manutenção da nossa saúde. “Esqueceram-se” foi de informar que o consumo de leite animal (nemeadamente o de vaca – o mais consumido) pode contribuir para a obesidade, diabetes, doenças coronárias, cancro de mama, próstata e cólon, osteoporose (já lá iremos), doenças autoimunes, algumas doenças dos rins e da retina, diabetes tipo 1 (em crianças predispostas), em que o pâncreas sofre uma destruição autoimune.

Conclusão… o Leite pode e deve ser evitado, sem prejuízo algum para o nosso organismo.

O leite, particularmente o de vaca, é a fonte mais comum das alergias a alimentos [Fonte: Rona, Nowak-Wegrzyn].

O leite é frequentemente intolerado no tracto intestinal humano [Fonte: Nowak-Wegrzyn] e o problema não é somente a intolerância, vai muito mias além, este provoca inchaço intestinal, prisão de ventre e refluxo. A nível clínico, o leite, está ainda ligado ao aumento de problemas de pele, sinusite, enxaquecas e dores articulares [Fonte: Grant].

Nestes casos e outros como a fibromialgia que me aparecem no consultório a primeira coisa que pergunto é se consomem leite e derivados, se a resposta for afirmativa também a primeira coisa que peço é que os deixem de consumir, substituindo-os por frutas e vegetais também ricos em cálcio. Por incrível que parece os sintomas aliviam muito mais rapidamente e acabam muitas vezes por desaparecer.

Este mito do leite ser bom principalmente para os ossos disseminou-se por todo o mundo baseado na crença de que é rico em proteínas e cálcio. No entanto os estudos mostram que são maiores os malefícios que os benefícios.

E agora aquilo que é mais surpreendentemente…

O corpo humano não só é incapaz de absorver o cálcio do leite de vaca (especialmente pasteurizado), mas está também provado que o leite pode até aumentar as perdas de cálcio nos ossos.

Irónico, não é???

Isto deve-se ao facto de, como todas as proteínas animais, o leite aumentar a acidez do PH do nosso corpo, que assim despoleta por parte do nosso corpo uma correcção biológica natural, pois o cálcio é um excelente neutralizador da acidez do nosso corpo e este está armazenado principalmente nos nossos ossos. Ora, o mesmo cálcio que é necessário aos nossos ossos para se manterem saudáveis e fortes é usado para equilibrar o PH aumentando assim o risco de osteoporose, causando assim o efeito contrário ao que é indicado pelas indústrias de leite. Uma vez usado o cálcio é expelido pela urina.

Esta é a causa pela qual os países com menor consumo de lacticínios são também os que possuem menor incidência de fracturas ósseas na sua população. O triste é ver que profissionais de saúde continuam a ignorar estes factos mais que comprovados.

É ponto assente que o leite de vaca é para vitelos!

Mas os problemas não se ficam por aqui… convém saber ainda que o leite que compram no supermercado está muito longe de ser saudável. Sabia que às vacas leiteiras são administradas diariamente hormonas de crescimento (rBGH) e de simulação de gravidez (rBST) para que a produção de leite aumente, bem como vários antibióticos com o intuito de reduzir infecções provocadas pelos mais variados mecanismos e químicos a que se encontram expostas?

Pois é… estes materiais contaminam o leite e o seu impacto para quem o consome é ainda desconhecido.

Então e os derivados do leite também são prejudiciais à nossa saúde?

Lacticínios naturalmente processados e sem adição de açúcar ou adoçantes encontram-se livres de acidez e os estudos provam que o iogurte, as natas e o kefir que não possuem as hormonas rBGH e rBST trazem francos benefícios para a saúde humana.

LeiteAssim aqui fica o aviso…

evite ou elimine o consume de leite…

pela sua saúde!

O seu corpo agradece!

Concorda? Não concorda? Deixe o seu comentário, por favor!

Limão

Limão

Limão

O Limão, é o fruto do limoeiro (Citrus Limonium) e pode atingir até 5m de altura, originário da Ásia, das regiões compreendidas entre a Índia e o sudeste dos Himalaias, onde ainda crescem variedades silvestres, primitivas. Existem cerca de 70 espécies.

É um fruto que se pode encontrar em Portugal durante todo o ano. Como já aqui referi no artigo sobre a Fruta da época (pode vê-lo aqui) o período do ano em que a fruta aparece é a altura certa para ser consumida com mais frequência. No caso do Limão este pode ser encontrado, facilmente, durante todo o ano. Deixa-nos a pensar porquê, certo? Espero conseguir explicar-lhe neste artigo.

Valor nutricional do Limão

O limão é muito rico em vitamina C e ainda em vitaminas do complexo B, proteínas, sais minerais (cálcio, ferro, fósforo,  magnésio, manganês, potássio e sódio) e carbo-hidratos.

Cada 100g contém apenas cerca de 30 calorias, daí que seja muito utilizado para manutenção e controle de peso.

Utilização do Limão

Do Limão tudo se utiliza, desde a casca à polpa, sem esquecer as folhas do limoeiro, óptimas para ajudar na cura de constipações e gripes. É utilizado como tempero, em chás e na preparação de vários pratos culinários.

Benefícios do Limão

O limão é um dos frutos mais benéficos à nossa saúde.

O limão é um poderoso depurativo (purificador do sangue) por causa do seu teor em ácido ascórbico (vitamina C) e tem um grande poder alcalinizante. É antibiótico, antiescorbútico e sudorífero.

Pode usar o Limão no tratamento de:

  • Doenças respiratórias
  • Doenças do baço
  • Bronquite
  • Tosse
  • Constipações
  • Gases
  • Prevenção de doenças cancerígeras
  • Infecções hepáticas
  • Diabetes
  • Anemia
  • Reumatismo
  • Gastrite
  • Eczema
  • Febre
  • Hipertensão
  • Ácido úrico
  • Nevralgias
  • Tetenção de líquidos
  • Azia
  • Flatulência
  • Varizes
  • Regular a taxa de colesterol
  • entre muitas outras…

Limão para o controle de Peso

O Limão tem sido alvo de vários estudos sobre obesidade. Uma pesquisa publicada no Journal of Clinical Biochemistry and Nutrition realizada em animais, comprovou que os polifenóis encontrados no limão, foram capazes de eliminar o tecido adiposo e o ganho de peso.

Outro estudo, publicado no Journal Pharm Biomed Analysis, mostrou que o limão facilita o metabolismo das gorduras. O sumo do limão estimula a produção de saliva e também dos sucos gástricos, sendo um excelente agente digestivo. Além disso, o limão contém pectina, substância rica em fibras, que ao ser digerida se transforma num gel aderente que impede o estômago de absorver o açúcar mais depressa e aumenta o poder de saciedade. Mais um ponto a ter em conta para quem não quer acumular as gordurinhas indesejadas na região abdominal.

COM SEU PH ÁCIDO ASSOCIADO AO TRABALHO ENZIMÁTICO, O LIMÃO QUEBRA PARCIALMENTE AS CADEIAS PROTÉICAS, DEIXANDO AS CARNES MAIS LEVES E FÁCEIS DE DIGERIR

Limão e a Medicina Oriental

Ao contrário do que se pensa e se diz, o limão não agride o aparelho digestivo antes pelo contrário, age como cicatrizante. O limão tem acção depurativa e é bastante eficaz na desintoxicação do organismo. Tem propriedades diuréticas, ajudando assim a minimizar a retenção de líquidos. O sabor ácido pertence ao Elemento Madeira, que rege o Fígado e Vesícula Biliar. Ao tonificar o fígado e desintoxicar o sangue, ele equilibra o metabolismo de queima da gordura corporal. Um copo de água com sumo de limão fresco, pela manhã, ajuda a desintoxicar o fígado.

Receita para combate a constipações e gripes

Chá de Limão com Mel, Alho e Gengibre

Coloque numa chávena de água a ferver um alho esmagado (com casca), três ou quatro láminas finas de gengibre fresco, casca de limão e um pouco do sumo. Deixe arrefecer um pouco e adicione uma colher de Mel. Tome duas a três vezes ao dia.

O que pode ainda o Limão fazer pela sua saúde

Equilíbrio do metabolismo: A componente ácida do limão interage com o metabolismo produzindo um efeito alcalinizante nos fluidos corporais, ajudando a equilibrar o PH do nosso organismo.

Alergias: O limão contém o fitonutriente hesperedina que comprovadamente alivia de forma eficaz os sintomas relacionados com as alergias.

Distúrbios no cérebro e sistema nervoso: O potente fito-nutriente tangeretina presente na casca do limão tem demonstrado benefícios em distúrbios cerebrais como a doença de Parkinson.

Distúrbios de visão: A rutina, encontrada no limão, tem sido apontada em investigações como responsável pela melhoria dos sintomas de doenças dos olhos, incluindo a retinopatia diabética.

Anti-Viral: Para além de ser eficaz contra as gripes e constipações, o terpeno limonóides encontrado no limão, tem efeitos anti-virais comprovados em outros tipos de vírus.

Diabetes: Para além de melhorar problemas de visão associados à diabetes, o Limão contém hesperedina que reduz consideravelmente os níveis de açúcar no sangue, quando estes se encontram elevados.

Vesicula biliar e pedras nos rins: O ácido cítrico contido no limão ajuda a dissolver os cálculos biliares, depósitos de cálcio e pedra nos rins.

Anti-envelhecimento: A vitamina C encontrada no limão ajuda a neutralizar os radicais livres retardando o envelhecimento e outros tipos de doenças.
 

Curiosidade

Cheirar limão ajuda a combater o enjôo.

 

CONSELHO:

Introduza o Limão na sua dieta alimentar diária. Vai ver que notará os seus benefícios. PREVINA-SE! O seu corpo agradece.

 
Gostou? Aproveite e deixe o seu comentário!

 

Posts Relacionados:

Mel – Parte 1

Mel – Parte 2

Canela

Mel com Canela

Gengibre

Abóbora

Menstruação Irregular

MENSTRUAÇÃO IRREGULAR

Menstruação Irregular

Muitas mulheres sofrem com problemas de menstruação irregular, dolorosa e até com fluxo mais ou menos abundante do que é dito normal.

Estas alterações do ciclo menstrual podem incluir:

  • Dores
  • Mau estar
  • Cólicas
  • Lombalgias
  • Menstruação com duração superior a 8 dias
  • Intervalo entre cada menstruação menore que 25 ou maior que 35 dias
  • Fluxo abundante
  • Duração da menstruação muito irregular (num mês pode durar 2 dias como no mês seguinte 7 ou mais

Menstruação irregular – Causas

As causas podem incluir disfunções da tiróide e obesidade, alterações hormonais decorrentes de ovários policísticos, além de problemas no útero como miomas (tumores benignos ou malignos), endometriose (quando pedaços do tecido que reveste o útero se espalham pela região pélvica e irritam os órgãos) e pólipos (pequenos tumores no endométrio). Distúrbios emocionais e stress também favorecem uma menstruação irregular, assim como DIU (Dispositivo Intra-uterino – contraceptivo interno), uma nutrição deficiente (principalmente associada à anorexia ou à bulimia) e dietas rígidas e até a actividade física em excesso (quando em dose moderada o exercício físico estimula o organismo a libertar endorfinas ajudando a regularizar o fluxo menstrual, porém quando em excesso estimula o aumento da prolactina-hormona que prepara a mulher para a amamentação, podendo provocar irregularidades na menstruação).
Durante os primeiros anos da adolescência em que o organismo está ainda em fase de amadurecimento e consequentemente a menstruação a entrar na regularidade, são também normais algumas falhas durante os primeiros ciclos. Após a gravidez e a amamentação acontece o mesmo: as hormonas levam o seu tempo até se reequilibrarem e o organismo a regularizar.

 

Menstruação Irregular – Como regular o Ciclo Menstrual

  • Praticar exercício físico regularmente sem exageros
  • Manter uma dieta alimentar equilibrada
  • Libertar-se do stress, praticando yoga, meditação, ou outra actividade que para si seja relaxante

contribuem em muito para o normal funcionamento do período menstrual.

No entanto e como explicado acima podem ser vários os factores que estão associados às disfunções do período menstrual, originando uma Menstruação Irregular.

 

Menstruação irregular – Visão Oriental

Menstruação IrregularSegundo a medicina oriental o principal órgão responsável pelo sangue é o Baço. Assim poderá ser estimulado um ponto que em grande parte dos casos alivia ou até mesmo resolve o distúrbio.

O ponto de que falo é o F1-6 – San inko (BP6) – Ponto do Meridiano do Baço-Pâncreas (ver imagem).

Está localizado quatro dedos acima do maléolo interno, posteriormente à tíbia. Coloque o dedo mínimo em cima do maléolo interno e à altura do dedo indicador junto ao osso pressione este ponto (ver imagem). Deverá estimulá-lo em ambas as pernas e diariamente, pelo menos duas vezes ao dia com especial incidência na semana anterior em que é esperado o período menstrual e durante o mesmo.

Este ponto é eficaz não só na regulação do período menstrual, como o é também em casos de fluxo abundante e dores/cólicas durante o período menstrual, além de aliviar também grande parte dos distúrbios relacionados com o aparelho reprodutor. Ajuda também a amenizar a TPM (Tensão Pré-Menstrual) bem como todas as doenças que afectam as mulheres.

Outro truque é a ingestão de Gengibre. No entanto este não deve ser tomado em excesso devido às suas propriedades vasodilatadoras e que quando tomado em excesso poderá potenciar um sangramento mais abundante. Veja aqui o meu post sobre o Gengibre.

 

Para Menstruação Irregular

Use F1-6 – San inko (BP6)

Um ponto que todas as mulheres deveriam conhecer e utilizar com regularidade, e não só para ajudar à Menstruação Irregular.

 
 

Posts Relacionados:

Gengibre
 
 
CUIDADO: Não deverá estimular este ponto no caso de estar grávida, sobre perigo de poder provocar um aborto espontâneo. Por outro lado durante o trabalho de parto ajuda na aceleração do mesmo.
 
ATENÇÃO: Estas indicações são para situações gerais e preventivas, pelo que se os sintomas persistirem deverá procurar ajuda de um profissional.
 
Nota: Todas as referências aos nomes de pontos de acupunctura têm como base a nomenclatura Japonesa, embora o ponto seja apresentado no Sistema Ryodoraku (Japonês) e também no sistema Internacional.

Má circulação

“O termo circulação refere-se ao movimento de um fluido ao longo de um circuito fechado. A circulação do sangue é o movimento do sangue originado pelo bombeamento do coração que o envia para as artérias. A função circulatória é, basicamente, uma função de transporte.

A circulação do sangue faz-se em dois circuitos separados anatomicamente e com funções diferentes:

  • Circulação pulmonar ou Pequena circulação pela qual são realizadas as trocas gasosas oxigénio e anidrido carbónico
  • Circulação sistémica ou Grande circulação que permite levar os nutrientes e oxigénio aos tecidos e receber os produtos finais do metabolismo para serem excretados, assim como levar as hormonas aos seus órgãos alvo.”

 — Extraído da Wikipédia —

 

Os problemas circulatórios são, nos tempos que correm, um flagelo em franco crescimento.

Cada vez mais pessoas sofrem com problemas de má circulação, para os quais contribuem a má dieta alimentar (pobre em nutrientes), falta de exercício, exposição a baixas temperaturas, sedentarismo, os longos períodos sentados à secretaria/computador, consumo excessivo de álcool e tabaco, ingestão de água insuficiente, químicos (fármacos), entre muitos outros.

É apenas um pequeno passo até surgirem problemas bem mais graves, como a obesidade, o colesterol elevado, a hipertensão arterial, as doenças cardíacas (insuficiência cardíaca, arritmias, hipertensão, doença vascular periférica, angina de peito, aneurisma da aorta e por aí diante), entupimento das artérias (placas de gordura ou pressão sobre os vasos sanguíneos), várias doenças do sangue (Hematológicas), doenças venosas (fragilidade  capilar, etc..), aterosclerose (acumulação de gordura nas paredes das artérias, arteriosclerose (obstrução das artérias coronárias), entre outras.

Como prevenir?

– O exercício físico é fundamental. Não necessita de passar horas no ginásio, basta que faça alguma actividade física, como uma simples caminhada. Ao fazê-lo estará a activar toda a circulação. A musculatura aquece e a circulação é francamente favorecida.

– Faça uma dieta alimentar rica em nutrientes. Fuja o mais possível das comidas muito processadas. Consuma muita fruta e vegetais e beba pelo menos um litro e meio de água por dia (Caso faça muito exercício esta quantidade deverá ser aumentada dada a perda de água do nosso corpo aquando do esforço). O consumo de gengibre ajuda também bastante na activação da energia uma vez que aquece o corpo. Em breve irei abordar este tema. Fique atento.

– Visto que uma deficiente circulação origina mãos e pés frios, um truque que poderá ajudar bastante é apertar as pontas dos dedos (mãos e pés).
Uma vez que os meridianos da medicina Oriental iniciam ou terminam nas pontas dos dedos, esta pressão ajuda em muito a activar a circulação. Deverá fazê-lo iniciando no polegar da mão esquerda, passando de seguida para o indicador e por aí diante até ao dedo mínimo da mesma mão, repetir o mesmo processo na mão direita. Mantenha a pressão por 3 a 4 segundos para cada dedo. Repita este processo entre 10 a 12 vezes. A pressão deve ser média/forte consoante a sua resistência à dor. Quanto maior a pressão maior o estímulo e também mais rapidamente as extremidades começarão a aquecer. Deverá sentir uma dor ligeira de modo a que a circulação seja correctamente activada. Feita correctamente esta técnica aquece rapidamente as extremidades ( mãos e pés). Este calor propaga-se por todo o membro activando assim a circulação.

Caso o seu caso seja um pouco mais extremo e as extremidades estejam muito geladas nas primeiras vezes poderá ter que aumentar o número de passagens. Com a continuação as extremidades irão aquecer cada vez mais rapidamente, sinal de que a circulação se começa a fazer mais facilmente.

A pressão deverá ser feita lateralmente à base das unhas (conforme se ilustra na imagem em anexo), tanto nas mãos como nos pés uma vez que é precisamente nessa zona que se encontram os pontos de acupunctura de todos os meridianos principais, afectos a todos os órgãos e vísceras.

Má_Circulação_Rijocomoumpero

Clique para ampliar

IMPORTANTE: Não deverá fazer apenas um dos membros, deverá fazer as referidas pressões alternado entre o membro esquerdo e o direito. Não execute a técnica as 10 a 12 vezes referidas primeiro para um dos membros e só depois para o outro. Cada passagem deverá ser executada para todos os 10 dedos e só depois recomeçar nova passagem. Faça este procedimento duas a três vezes ao dia independentemente de ter os membros frios ou não. Lembre-se de que estas técnicas são também, e acima de tudo, preventivas. O ideal para o caso dos pés é fazer de manhã e à noite uma vez que nem sempre é possível fazer durante o dia. Para as mãos é sempre mais fácil uma vez que a qualquer hora poderão fazê-lo.

PREVINA-SE! O seu corpo agradece.

ATENÇÃO: Estas indicações são para situações gerais e preventivas, pelo que se os sintomas persistirem deverá procurar ajuda de um profissional.

Nota: Todas as referências aos nomes de pontos de acupunctura têm como base a nomenclatura Japonesa, embora o ponto seja apresentado no Sistema Ryodoraku (Japonês) e também no sistema Internacional.

Constipação (Rinofaringite viral)

“A constipação (também conhecida por nasofaringite ou rinofaringite) é uma doença infecciosa viral do aparelho respiratório superior que afecta sobretudo a cavidade nasal. Os sintomas incluem dores de garganta, tosse, muco nasal, dores no corpo e por vezes febre, que normalmente desaparecem ao fim de sete a dez dias, embora alguns dos sintomas se manifestem até três semanas… Um indivíduo adulto pode contrair em média entre duas a três constipações por ano e uma criança pode contrair a doença entre seis a doze vezes por ano.”

– Extraído da Wikipédia –

Muitos dos meus pacientes me perguntam como se poderão proteger de constipações, gripes e afins. Costumo ensinar-lhes um pequeno truque que tanto funciona como prevenção como tratamento.

Segundo a medicina Oriental existe um ponto na região entre as omoplatas, a que se dá o nome de “Porta do Vento “ ou “Portal do Vento”. Este ponto é o F4-43 – FUMON (B12), que pertence ao Meridiano da Bexiga e fica localizado entre a 2ª e 3ª vértebras dorsais, dois dedos lateralmente à linha média posterior. Quando este ponto é exposto ao frio ou humidade o nosso organismo é afectado por eles e fica mais debilitado e mais facilmente contrai a doença.

O objectivo é retirar este frio/humidade que penetra no ponto e assim aliviar/eliminar os sintomas. Este pequeno truque tem como função uma resposta imunitária bastante rápida e eficaz por parte do organismo.

Como prevenir?
Tento em conta que praticamente 90% das constipações acontecem com tempo frio deverá começar a prevenir estas situações logo a partir do início do Outono.

Primeiramente deverá ter a zona do pescoço o mais protegida e quente possível. Recorra ao uso de um cachecol, por exemplo, ou de roupa com carapuço, se preferir.
Assim, garante que mais dificilmente o ponto (F4-43/B12 – FUMON) estará exposto às condições climatéricas adversas.

No entanto, nem sempre nos é possível prevenir desta forma, assim aconselho que quando exposto ao frio/humidade, ao chegar a casa tome um banho quente deixando a água quente escorrer pelo pescoço e ao longo da coluna para provocar um aquecimento da zona posterior do pescoço e a área imediatamente abaixo (entre as omoplatas). Ver imagem abaixo.

De seguida, deverá ainda aquecer bem esta zona com o secador de cabelo por forma a eliminar qualquer a humidade ou frio que possam ter ficado alojados nesta área.

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Porque resulta o calor nesta zona?
O Ponto F4-43/B12 é indicado no caso de infecções das vias respiratórias superiores, bronquite aguda e crónica, vento e frio, tosse, entre outras.

Ao aquecer toda esta zona irá estar a estimular não só o ponto F4-43/B12, mas também outros pontos igualmente importantes e que trabalham em conjunto com este proporcionando um resultado muito mais eficaz, como poderá constatar abaixo:

  • HM20 – DAITSUI (VG14) – (Ponto do Meridiano Vaso Governador) – Situado na linha média posterior, entre a 7ª vértebra cervical (C7) e a 1ª Dorsal (D1). Indicado para alívio de dores de cabeça e tensão da cervical, tonturas, fortalecimento da energia Wei Qi (Energia de Defesa), elimina o Calor patogénico de todos os meridianos Yang, ajuda a baixar a febre, entre muitas outras situações.
  • HM19 – TODO (VG13) – (Ponto do Meridiano Vaso Governador) – Situado na linha média posterior, entre a 1ª e 2ª vertebras Dorsais (D1-D2). Ponto responsável por controlar o vento interno e fortalecer e difundir o Qi (energia) do Pulmão, entre outras.
  • HM17 – SHINCHU (VG12) – (Ponto do Meridiano Vaso Governador) – Situado na linha média posterior, entre a 3ª e 4ª vertebras Dorsais (D3-D4). Ponto responsável por controlar harmonizar, tonificar, e facilitar o fluxo do Qi do Pulmão, interromper a tosse, aliviar a asma, eliminar o vento interior, relaxar tendões e músculos e acalmar espasmos, entre outras.
    NOTA: Muito útil também no tratamento de todas as patologias das crianças.
  • HM15 – SHINDO (VG11) – (Ponto do Meridiano Vaso Governador) – Situado na linha média posterior, entre a 5ª e 6ª vertebras Dorsais (D5-D6). Ponto responsável por controlar e eliminar o vento, eliminar a mucosidade, reduzir a febre, entre outras.
  • HM14 – REIDAI (VG10) – (Ponto do Meridiano Vaso Governador) – Situado na linha média posterior, entre a 6ª e 7ª vertebras Dorsais (D6-D7). Ponto responsável por aliviar a tosse e asma, reduzir a febre, descongestionar a energia do tórax, entre outras.
  • HM13 – SHIYO (VG9) – (Ponto do Meridiano Vaso Governador) – Situado na linha média posterior, entre a 7ª e 8ª vertebras Dorsais (D7-D8). Ponto responsável por facilitar o fluxo do Qi do Pulmão, tratar a tosse, expandir o tórax e diafragma e aliviar a sensação de sufocação torácica, ajuda também a reduzir a febre, entre outras.
  • F4-44 – DAIJO (B11) – (Ponto do Meridiano da Bexiga) – Situado entre a 1ª e 2ª vértebras dorsais (D1-D2), dois dedos lateralmente à linha média posterior . Indicado para expulsar o vento patogénico e o frio, alivia a rigidez da coluna e articulações em geral, dores lombares, dores na escápula, dor de cabeça, tosse, calor no peito, entre outras.
  • F4-42 – HAIYU (B13) – (Ponto do Meridiano da Bexiga) – Ponto de Assentimento do Pulmão, situado entre a 3ª e 4ª vértebras dorsais (D3-D4), dois dedos lateralmente à linha média posterior. Indicado também infecções das vias respiratórias superiores, asma, doenças dos pulmões (por exemplo, a pneumonia), entre outras.

IMPORTANTE: De salientar que a nível de tratamento este deverá ser efectuado durante as primeiras 24h seguintes ao aparecimento dos primeiros sintomas. Só assim se poderá garantir a eficácia pretendida.

PREVINA-SE! O seu corpo agradece.

CUIDADO: Visto que o secador é uma fonte de calor seco bastante forte a zona deverá ser aquecida com o maior cuidado para evitar queimaduras. No caso das crianças o cuidado deverá ser redobrado, pois a sua pele é muito mais sensível que a de um adulto.

ATENÇÃO: Estas indicações são para situações gerais e preventivas, pelo que se os sintomas persistirem deverá procurar ajuda de um profissional.

Nota: Todas as referências aos nomes de pontos de acupunctura têm como base a nomenclatura Japonesa, embora o ponto seja apresentado no Sistema Ryodoraku (Japonês) e também no sistema Internacional.

Dor de cabeça

Dor de cabeça

Grande parte da população sente com frequência dores de cabeça devido, em grande parte ao stress do trabalho e correria do dia-a-dia somados a tantas outras preocupações diárias por sua vez também aliadas à falta de descanso, falta de exercício, má alimentação entre muitos outros factores. Nestas situações as dores de cabeça são dos primeiros sintomas a fazerem-se sentir.

Estima-se que 93% dos homens e 99% das mulheres terão algum tipo de dor de cabeça ao longo da vida; e que 76% do sexo feminino e 57% do masculino tenham pelo menos um episódio de dor de cabeça por mês.

Como aliviar estes sintomas ou até eliminá-los?

IG4_Rijocomoumpero

Clique para Aumentar

Quando os primeiros sintomas surgem experimente pressionar o ponto H6-4 – GOKOKU ( IG4) – (Ponto do Meridiano do Intestino Grosso), conhecido vulgarmente como Ponto Aspirina. Veja a sua localização na imagem.

Como proceder: Esta pressão deverá ser feita com a mão em pinça, ficando o polegar no ponto a estimular. Deverá apertar o ponto e ao mesmo tempo empurrar em direcção ao cotovelo. Sentirá uma dor que poderá variar de fraca a forte dependendo das situações e gravidade das mesmas. Aguente a pressão por 5 a 10 segundos. Insista 4 a 5 vezes. Repita o mesmo procedimento para o H6-4 da outra mão. Repita várias vezes até a dor aliviar ou passar. Passados alguns minutos volte a repetir todo o processo mesmo que a dor já tenha desaparecido.

Grande parte das dores de cabeça conseguem aliviar-se ou até mesmo eliminar-se por completo, pressionando este ponto, se utilizado logo aos primeiros sintomas. Quando esta já está instalada é mais difícil que ela desapareça por completo mas em grande parte dos casos alivia bastante, sendo desnecessário o recurso a comprimidos e afins.

Este ponto é também muito útil para dores de dentes e dores da face em geral, bem como para dores do pulso e dedos e até mesmo como ajuda para fazer baixar a febre.

ATENÇÃO: Não deverá estimular este ponto em casos de gravidez. Por outro lado durante o trabalho de parto ajuda na aceleração do mesmo.

Devido aos factores já referidos acima muitas destas dores de cabeça têm também como origem a tensão muscular na zona cervical e trapézio superior. Se o truque anterior não resolver a situação na totalidade experimente pressionar toda a zona da base do occipital (osso da nuca imediatamente acima do pescoço) começando do meio para fora. Apesar de por vezes muito doloroso é um santo remédio para aliviar as tensões maiores prevenientes da zona cervical e trapézio superior. Isto deve-se ao facto de na zona da base do occipital convergirem vários músculos (trapézio, esplénio da cabeça, semi-espinal da cabeça, entre outros), daí ser uma zona tendinosa por excelência. Ao relaxar toda a zona tendinosa da base do occipital está automaticamente a relaxar, em parte, a musculatura que aí converge, aliviando assim a pressão aí exercida e automaticamente aliviando, ou mesmo eliminando, a dor.

Ao pressionar toda a zona da base do occipital acabará também por estimular os seguintes pontos:

F4-59 – TENCHU (B10) – (Ponto do Meridiano da Bexiga) – Indicado para alívio de dores de cabeça e tensão da cervical, tonturas, entre muitas outras situações.

F5-25 – FUCHI (VB20)(Ponto do Meridiano da Vesícula Biliar) – Indicado para alívio de dores de cabeça e tensão da cervical, hipertensão, infecções das vias respiratórias, entre muitas outras situações.

O que fazer para prevenir Dores de cabeça/Enxaquecas: Como prevenção poderá estimular o ponto H6-4/IG4, no seu dia-a-dia e pressionar a zona da base do occipital. Efectuando estas pequenas dicas no seu dia-a-dia constatará que as dores de cabeça e/ou enxaquecas serão cada vez menos frequentes. Poderá ainda complementar com alguns alongamentos do pescoço, que ajudam também a relaxar toda a musculatura do pescoço.

PREVINA-SE! O seu corpo agradece.

ATENÇÃO: Estas indicações são para situações gerais e preventivas, pelo que se os sintomas persistirem deverá procurar ajuda de um profissional.

Nota: Todas as referências aos nomes de pontos de acupunctura têm como base a nomenclatura Japonesa, embora o ponto seja apresentado no Sistema Ryodoraku (Japonês) e também no sistema Internacional.